divendres, 20 d’abril de 2012

Sant Jordi 2012

Plouen llibres a prop vostre?

Ací teniu un text de l'escriptor Tavares. Seríeu capaços de llegir-lo en portugués?

Um livro é uma máquina que pensa por mim e é uma máquina barata.
Mas eu não quero que pensem por mim sempre da mesma maneira.
O mesmo livro pensa sempre da mesma maneira.
Se eu fechar o livro, calo-me, e as pedras pesam-me mais no crânio.
Se eu abrir o livro começo a falar, mas digo sempre a mesma coisa.
Alguém ma disse que um livro de poesia é diferente.
É uma máquina muito mais rápida.
A cada vez que passa, passa de outra maneira.
Deve ter pés estranhos.
Pés adaptáveis à terra ou então capazes de a dominar.
De resto nunca li um livro de poesia.
Sou demasiado homem para isso.
Sou demasiado contemporâneo: trabalho muito.
Ler poesia para quê?
Eu trabalho muito, sou contemporâneo.
Ler poesia para quê?

Gonçalo M. Tavares, O homem ou é tonto ou é mulher

Al centre Octubre celebren el Dia del Llibre amb una gran festa, dilluns 23 a les 19,00 h., amb Xavier Aliaga, Núria Cadenes, Gemma Pasqual, Joan Garí, Vicent Penya, Isabel Robles, Jaume Pérez Muntaner, Pere Bessó, Raquel Ricart, Aureli Silvestre, Francesc Mompó, Joaquina Barba, Esperança Camps, Manuel Molins, Lluís Miret, Rosa Roig, Josep Lluís Roig, Pepa Úbeda, Sico Fons, Salvador Company, Josep Guia, Josep Ballester, Carme Miquel, Joan Navarro, Lluís Roda, Jordi Sebastià, Manuel Rodríguez Castelló i Alfons Llorenç entre molts altres, que llegiran un fragment de la seua obra. Pau Alabajos farà un tast del seu darrer disc "Una trista, una amable, una petita pàtria"


Sant Jordi 2012 tindrà el primer 'muralmob' pel català La iniciativa consisteix a enlairar 1.000 globus plens d'heli amb desitjos escrits sobre el futur de la llengua dilluns 23 d'abril, a la plaça dels Àngels de Barcelona, entre les 17.00 i les 19.00 hores
 ara.cat